Comunicado

10º aniversário ao serviço da Família

No próximo dia 22 de Abril, a APFN celebra o seu nono aniversário, dando início ao 10º ano da sua actividade de promoção da Família, em particular no seu direito a ter os filhos que deseja sem por tal ser penalizada.

Para a celebração deste importante aniversário, estão previstas várias iniciativas ao longo do ano e que culminarão no II Congresso Nacional de Famílias Numerosas no dia 18 de Abril de 2009.
 
Nesta data, a APFN deseja agradecer a todos quantos nos têm ajudado nesta difícil tarefa, designadamente:
  • O crescente número de famílias numerosas que, diariamente, se vão inscrevendo como sócias, dando mais força à associação - em breve, ultrapassaremos o número de 7.000 sócios!
  • As muitas centenas de empresas que conferem descontos aos sócios, fazendo com que "ser mais, custe menos", lema do nosso Plano +famili@;
  • As empresas que vão celebrando protocolos de colaboração com a APFN, ao abrigo dos quais tem sido possível elaborar projectos de acção mais importantes e de média duração;
  • As dezenas de autarquias de diversas "cores políticas" que têm posto em prática as nossas propostas, apostadas em se apoiarem nas famílias numerosas como única solução para vencer o Inverno demográfico, em, contraste com a estafada política de construção de rotundas e chafarizes em vilas e cidades cada vez mais desertificadas e envelhecidas;
  • A comunicação social em geral (imprensa, rádio e televisão) pelo carinho com que nos acolheu desde a primeira hora, reconhecendo-nos como quem fala do que sabe porque vive o que diz, em contraste com os que falam muito e nada dizem porque falam do que ouviram ou leram mal num sítio qualquer de que já nem se recordam.
Infelizmente, não podemos incluir nos agradecimentos o Governo e, muito menos, o Parlamento, ambos fortemente empenhados numa cruzada contra a indispensável e cada vez mais necessária estabilidade conjugal. De facto, quando já ninguém consegue esconder os desastrosos efeitos da instabilidade conjugal no crescente comportamento de risco, desviante, delinquente e criminoso infantil e juvenil, só em Portugal é que alguém se lembraria de liberalizar ainda mais o divórcio e punir ainda mais, quer a nível fiscal, quer a nível de abono de família, os pais casados!
 
Como anunciámos no momento do nosso nascimento (http://www.apfn.com.pt/Boletim/0/boletim.htm), continuamos de mangas arregaçadas, trabalhando para, à semelhança do que já acontece em algumas empresas e autarquias, tornarmos Portugal num país familiarmente responsável!
 
Para isso, contem connosco e, quem quiser, junte-se a nós!
 
 
15 de Abril de 2008

 

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas 

Rua 3A à Urbanização da Ameixoeira
Área 3, Lote 1, Loja A
1750-084 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 917 219 197
Fax: 217 552 604 

Para saber mais:

 

Se tem 3 ou mais filhos, concorda com os nossos Princípios e Estatutos e deseja ser sócio,  já pode inscrever- se pela internet