APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Comunicado

  +famili@ no Alentejo 

 
Integrado no programa de divulgação do Plano +famili@  , a APFN vai realizar uma série de conferências nos dias 1 e 2 de Fevereiro no Alentejo, "Família - Um desafio", com o seguinte calendário
  • Sábado, 1 de Fevereiro, às 17:00, no Centro Paroquial Sagrada Família, Rua dos Álamos, Évora, promovido pelo Seminário Maior, por ocasião do Dia do Seminário;
  • Sábado, 1 de Fevereiro, às 21:00, no auditório do Seminário de Nossa Senhora de Fátima, em Beja;
  • Domingo, 2 de Fevereiro, às 16:00 horas, no auditório do Colégio Luso-Britânico, na Rua do Colégio Luso-Britânico, em Elvas.

Nesta conferência são apresentados os resultados da desastrosa política familiar que Portugal tem vindo a ter nas últimas dezenas de anos, fazendo com que todos os indicadores sobre o estado do tecido familiar sejam negativos - crescente número de divórcios, reduzidíssima taxa de natalidade, redução do número de casamentos, com os resultados que já não podem ser disfarçados: envelhecimento da população, encerramento de escolas, desemprego de professores e encerramento de escolas primárias e secundárias, aumento da delinquência e criminalidade juvenil e infantil, aumento da droga e alcoolismo juvenil, sida, ameaça das reformas, etc.

Uma vez que a sociedade é vítima da degradação do tecido familiar, é-lhe naturalmente imposto o desafio de a fortalecer.

A APFN respondeu a este desafio lançando o plano +famili@ para que Ser mais custe menosatravés do qual também assume o compromisso de ser motor de transformação da sociedade.

Nesta conferência são apresentados os últimos dados disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística (terceiro trimestre de 2002). 

Esta digressão pelo Alentejo tem um carácter bastante simbólico, na região portuguesa em que a taxa de natalidade é mais baixa (1.3 filhos por casal) e, como tal, é mais intenso o envelhecimento da população e correspondente desertificação humana.

Curiosamente, o Alentejo resolveu, com sucesso, o problema de desertificação em termos de fauna selvagem, sendo, agora, abundantes, bem longe da há pouco tempo ameaça de extinção, as cegonhas e javalis, entre outras espécies. Resta, portanto, aplicar à "espécie humana" as mesmas medidas que foram aplicadas, com sucesso, na preservação e promoção das espécies selvagens...

A APFN foi criada há cerca de 4 anos por um grupo de casais com três ou mais filhos, contando, actualmente, com cerca de 1600 sócios em todo o país.

Esta é a primeira acção que a APFN leva a efeito em Beja e Elvas, contando obter a adesão de novos sócios nestacidades, com vista à  constituição de delegações 

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas  

Para saber mais:

 
Se tem 3 ou mais filhos, concorda com os nossos Princípios e Estatutos e deseja ser sócio,  
  

[anterior]