A APFN acaba de tomar conhecimento que a AACS - Alta Autoridade para a Comunicação Social decidiu, por unanimidade, instaurar um processo contra-ordenacional à SIC pela exibição do filme "American pie, a primeira vez", sem ser precedida "de advertência expressa quanto à natureza do seu conteúdo, ou de informação sobre a sua classificação etária. Igualmente verificada a ausência de identificativo apropriado no decorrer da sua difusão". Esta deliberação pode ser consultada em http://www.aacs.pt/bd/Deliberacoes/20020626e.htm.

Recorda-se que a APFN tem estado na linha da frente na denúncia da total falta de gosto e desrespeito da legislação por parte das emissoras de televisão, tendo, nomeadamente, participado activamente há um ano na designada "Guerra ao Telelixo". Recorda-se, ainda, que a APFN considerou, na altura, a AACS como principal responsável pelo triste panorama televisivo, uma vez que, não só se recusava a actuar conforme determinado pela lei, como, inclusivamente, foi promover um acordo de auto-regulação, totalmente à margem do previsto nas leis aprovadas democraticamente no Parlamento.

É, pois, com grande alegria (e alívio) que vê, finalmente, a AACS a actuar conforme estabelecido na lei, restabelecendo, assim, a nossa confiança neste organismo. Por este motivo, saúda todos os elementos da AACS, na pessoa do seu Presidente Juiz Conselheiro Dr. Armando Torres Paulo.

A APFN espera que:
1 - O processo seja instaurado e julgado com a maior brevidade possível;
2 - Que as emissoras televisivas compreendam que não estão acima da lei;
3 - Que os telespectadores voltem a ter confiança na AACS, queixando-se de excessos televisivos a esta, o que poderá ser muito facilmente efectuado através do seu site em http://www.aacs.pt, na rúbrica "Participações".

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas
 

[anterior]