Português | English
ELFAC - European Large Families Confederation Junte-se a nós no facebook Envie-nos um email
 
A ASSOCIAÇÃO
ASSOCIAR-SE
FAQ'S
CONTACTOS
LINKS
ÁREA DE SÓCIOS
ÁREA DE EMPRESAS
RECOMENDAR A APFN
BOLETIM
Desejo receber a Newsletter da APFN no meu endereço de email:

European

Large Families

Confederation


 

Plano + Família
APFN, Comunicado, 'Redução do número de mortes de crianças em acidentes de viação' publicado a 23/06/2009

logotipo APFN

Comunicado

Redução do número de mortes de crianças em acidentes de viação


A APFN congratula-se com a redução em 15% do número de crianças mortas em acidentes de viação na década de 1998 a 2007, segundo o relatório da CEST hoje divulgado.

Nesse relatório, Portugal aparece, em valores absolutos, como o país europeu em que houve maior redução desse trágico número.

Ora acontece que Portugal é um dos poucos países europeus em que o número de nascimentos continua a cair perante a gritante distracção do poder político central.

Durante essa década, o número de nascimentos caiu 10%!

Portanto, infelizmente, a primeira razão desta boa notícia é a péssima notícia de que, simplesmente, existem muito menos crianças...

Recomenda-se, por isso, uma análise mais cuidada dos dados para se obter a posição relativa de Portugal comparativamente com os outros parceiros europeus no que diz respeito à prevenção rodoviária, devendo considerar-se a variação do número de mortes confrontada com a variação do número de nascimentos.

Neste domínio,

  • A APFN renova a sua satisfação por, neste ano, o IVA das cadeirinhas para o carro, de uso obrigatório, ter sido, finalmente, reduzido.
  • Insiste na necessidade de maior cuidado na condução. Este número trágico é, principalmente, da responsabilidade dos condutores, pouco podendo o poder político fazer no sentido de se melhorar.
  • Pelo contrário, imenso está por fazer para que o número de mortes de crianças nas estradas portuguesas deixe de ser, principalmente, por haver cada vez menos crianças, pondo em causa o nosso futuro.

APFN espera que, nas próximas eleições legislativas, todos os partidos políticos apresentem propostas concretas nesse sentido, que vão ao encontro da vontade dos portugueses que desejam ter filhos, e que foram manifestadas no estudo "Número de filhos" divulgado pela Netsonda no passado mês de Maio.

Recorde-se que, nesse estudo, foi revelado que 60% das mulheres em idade fértil deseja ter 3 ou mais filhos e o valor médio do número desejado de filhos é 3,1, bem diferente dos 1,32 (a cair) que conseguem...

Referência: http://www.apfn.com.pt/Relatorio_APFN_Numero_de_filhos.pdf


23 de Junho de 2009

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas
Rua José Calheiros,15
1400-229 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 919 877 902 - 917 219 197
Fax: 217 552 604