Português | English
ELFAC - European Large Families Confederation Junte-se a nós no facebook Envie-nos um email
 
A ASSOCIAÇÃO
ASSOCIAR-SE
FAQ'S
CONTACTOS
LINKS
ÁREA DE SÓCIOS
ÁREA DE EMPRESAS
RECOMENDAR A APFN
BOLETIM
Desejo receber a Newsletter da APFN no meu endereço de email:

European

Large Families

Confederation


 

Plano + Família
APFN, Comunicado, 'Legislativas e Política de Família - Resultado do inquérito aos partidos concorrentes' publicado a 23/09/2009

logotipo APFN

Comunicado

Legislativas e Políticas de Famílias

Resultado do inquérito
aos partidos concorrentes

No passado dia 1 de Julho, a APFN enviou, a todos os partidos concorrentes às próximas eleições legislativas, o inquérito que se anexa, a fim de saber qual a sua posição sobre 10 questões que preocupam as famílias numerosas portuguesas, pedindo resposta até ao passado dia 20 de Julho, conforme nosso comunicado desse dia (http://www.apfn.com.pt/news_detalhe.php?id=117).
 
Lamentavelmente, e apesar das várias insistências que foram feitas, só foram obtidas, até à data, respostas completas dos partidos CDS-PP (Centro Democrático Social - Partido Popular), MEP (Movimento Esperança Portugal)MMS (Movimento Mérito e Sociedade), MPT (Movimento Partido da Terra), PND (Partido Nova Democracia) e PPV (Portugal Pela Vida) (por ordem alfabética), que se anexam, assim como notas explicativas do CDS e MMS, que também se anexam.

O PCP enviou o seu programa eleitoral que, como todos os outros programas, pode ser consultado no seu site.

Relativamente ao CDS-PP, inclui-se, também, resposta do cabeça de lista da Madeira, uma vez que a autonomia dessa região lhe dá essa possibilidade.

A resposta do MMS é dada pelo candidato pelo Porto Nuno Cravino. À excepção da resposta deste candidato assim como do CDS-PP (Madeira), todas as outras respostas representam a visão do partido respectivo, comprometendo todos os candidatos.
 
A APFN lamenta o desinteresse manifestado pelos restantes partidos, em particular por PS e PSD, partidos que se têm alternado no Governo e, como tal, responsáveis directos pela desastrosa política de família que tem vindo a ser seguida nos últimos 30 anos, razão pela qual Portugal tem vindo a mergulhar num cada vez mais profundo Inverno Demográfico.

Só na actual legislatura, em que foram registadas as quatro mais baixas taxas de natalidade de sempre, o défice de nascimentos foi superior a 240.000, com a agravante de que as mulheres portuguesas em idade fértil desejam, em média, ter mais de três filhos!
 
Só num país com uma desastrosa Política de Família é que é possível tal resultado!
 
Sendo a maioria das famílias numerosas simpatizantes ou militantes dos partidos que as ignoraram e as têm ignorado, a APFN apela aos simpatizantes e militantes desses partidos para que os pressionem a, até à próxima sexta-feira, responderem, em concreto, às questões que não quiseram responder.
 
Apesar do alheamento a que grande parte dos partidos políticos tem mostrado relativamente às questões que, directamente, afectam as famílias com filhos, procurando, pelo contrário, entreter os portugueses com outros assuntos, causa do cada vez maior alheamento dos portugueses à vida partidária que se traduz numa crescente abstenção, a APFN apela a que todos votem no próximo domingo, para o que existe uma grande variedade de alternativas para quantos se encontram desencantados com "os do costume".
 
Por favor, no próximo domingo, votem!
 
A grave situação em que Portugal se encontra necessita da colaboração de todos, no mínimo votando naqueles que acha que melhor nos representarão.
 
23 de Setembro de 2009

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas
Rua José Calheiros,15
1400-229 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 919 877 902 - 917 219 197
Fax: 217 552 604