Público - 13 de Dezembro

Solidariedade

Os valores mais baixos de voluntariado

Portugal revela os valores mais baixos do voluntariado em toda a Europa, em praticamente todos os tipos de organização, tendência inversa à do resto do continente, conclui a socióloga Ana Delicado, que analisou os dados sobre esta matéria. Apenas as associações de desenvolvimento no Terceiro Mundo e os movimentos de paz sofreram um ligeiro aumento de participação (de 0,5 para 0,6 por cento). Os tipos de associação cuja pertença é mais frequente continuam a ser as organizações religiosas e as de desporto e recreio (cerca de 14 por cento). Na escala dos que merecem sentimentos de solidariedade estão primeiro os idosos, seguidos dos doentes e deficientes. São os que se consideram "pobres merecedores". Já os imigrantes estão bastante abaixo nas prioridades da ajuda dos portugueses e dos europeus, porque se associa a imigração a uma situação de escolha.

[anterior]