Rádio Renascença - 15 Mai 03

Subida de divórcios preocupa Igreja

Hoje comemora-se o Dia Internacional da Família, numa altura em que há dados preocupantes nos Censos 2001, que apontam para uma subida dos divórcios em mais de 100%.

A baixa natalidade e o aumento das famílias monoparentais são dados que têm merecido particular atenção por parte da Igreja.

Estas são preocupações que  foram sublinhadas à Renascença, pelo Bispo de Lamego e Presidente da Comissão Episcopal  da Família, D. Jacinto, que não deixa de elogiar as últimas medidas do ministro da Segurança Social e do Trabalho, Bagão Félix, mas salienta que é preciso ir mais longe nas políticas sociais do Governo, nomeadamente valorizar o trabalho da mulher no lar.
 
"É com muito agrado que ouvi falar no aumento do abono das famílias e da distribuição mias equitativa para as famílias necessitadas", disse o D. Jacinto.

 O Bispo de Lamego salienta que este tipo de problemas podem ser ultrapassados com uma aposta forte da Igreja na formação.

"Infelizmente a diminuição da natalidade é a expressão de uma sociedade cada vez mais egoísta, mais consumista, que perdeu valores. A grande aposta será a formação para o matrimónio em que envolva a Igreja e todas as outras instituições implicadas na formação as pessoas", afirmou Bispo.

[anterior]