Expresso - 28 Mai 05

 
Cartas ao Director
 
Educação sexual: investigar mais

APÓS a publicação, a 14 Maio de 2005, da notícia sobre a educação sexual, que tanta polémica tem provocado, esperei que o EXPRESSO desenvolvesse um jornalismo de investigação, como sempre nos tem habituado, e nos desse mais informação sobre a real situação desta educação sexual no país.

Pelo contrário, na edição de 21 Maio de 2005, o EXPRESSO muda completamente de rumo, dando amplo destaque aos promotores deste programa de educação sexual.

Como pai, pretendo educar os meus filhos nestas matérias juntamente com a minha mulher. E preocupa-me que um professor, por muito bem intencionado que seja, possa minar todo o esforço que temos feito. Neste sentido, agradeço ao EXPRESSO toda a informação disponibilizada. Mas esperava mais...

Samuel Faria, Lisboa

[anterior]