Comunicado 

Câmara de Lisboa preocupada com desertificação

Por proposta dos vereadores de "Lisboa com Carmona", foi aprovada, na reunião de Câmara da passada semana, a realização de um estudo da viabilidade de adopção de medidas fiscais tendentes a promover o repovoamento deste município , especialmente com famílias numerosas.

Esta proposta contou com os votos favoráveis dos vereadores proponentes, do PSD e do vereador Cardoso da Silva, do PS, responsável pela área financeira; votaram contra os vereadores dos “Cidadãos por Lisboa” e a vereadora Ana Sara Brito, do PS, responsável pela área social (?), tendo os demais vereadores do PS, os do PCP e o do BE optado pela abstenção .

A APFN congratula-se com esta iniciativa destes vereadores, fiéis ao prometido durante a campanha eleitoral , como reconhecido, na altura, através do nosso comunicado do passado dia 13 de Julho (http://www.apfn.com.pt/Noticias/Jul2007/apfn130707.htm).

Congratulamo-nos, ainda, pelo apoio dos vereadores do PSD e, ainda, do vereador do PS Cardoso Silva que, sendo o responsável pela área financeira, dá garantias de esta proposta vir a ser tomada a sério .

A APFN lamenta a oposição política dos vereadores dos "Cidadãos por Lisboa" e, sobretudo, da vereadora a quem foi entregue a responsabilidade pela área social, que, assim, demonstra uma absoluta falta de vocação para o cargo para que foi nomeada: com efeito, sendo Lisboa a capital mais envelhecida da Europa, em que escolas de referência têm vindo a ser fechadas por falta de crianças e jovens, a APFN questiona-se como é que é possível Lisboa ter a área social entregue a quem, pelos vistos, está em total oposição ao que tem vindo a ser adoptado em todos os países europeus e que já é motivo de preocupação do Primeiro-Ministro e Secretário-geral do partido a que pertence.

A APFN renova a sua total disponibilidade para trabalhar com a Câmara de Lisboa no sentido de vencer o grande desafio do seu repovoamento, começando por fazer regressar ao concelho as famílias numerosas que, devido à desastrosa política de família que tem praticado nas últimas dezenas de anos, foram obrigadas a ir viver para os concelhos vizinhos , provocando, nomeadamente, o congestionamento de escolas nesses concelhos, ao mesmo tempo que esvaziaram as escolas de Lisboa.

21 de Novembro de 2007

 

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas 

Rua 3A à Urbanização da Ameixoeira
Área 3, Lote 1, Loja A
1750-084 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 917 219 197
Fax: 217 552 604 

Para saber mais:

 

Se tem 3 ou mais filhos, concorda com os nossos Princípios e Estatutos e deseja ser sócio,  já pode inscrever- se pela internet