Português | English
 Junte-se a nós no facebook Envie-nos um email
 
A ASSOCIAÇÃO
ASSOCIAR-SE
FAQ'S
CONTACTOS
LINKS
ÁREA DE SÓCIOS
ÁREA DE EMPRESAS
RECOMENDAR A APFN
BOLETIM
Desejo receber a Newsletter da APFN no meu endereço de email:
 

 

 


 

Plano + Família
Cerimónia do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada publicado a 15/11/2015

A APFN é parceira da plataforma Estrada Viva – Liga contra o Trauma e colaborou na divulgação da celebração nacional do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Estrada, que se assinalou no passado dia 15 de Novembro(domingo), em Évora.

Este ano assinalou-se o 20º aniversário desta celebração e o 10º aniversário do reconhecimento pela ONU do Dia da Memória como "o reconhecimento apropriado para as vítimas de desastres de viação e suas famílias", também ratificado pelo Estado português. O mote do Dia da Memória deste ano foi - É tempo de recordar - Diga NÃO ao crime rodoviário! 

Este ano, a celebração central foi organizada pela GARE, com o apoio da Câmara Municipal de Évora e outras instituições locais. A campanha nacional do Dia da Memória contou com o apoio institucional da Direcção-Geral da Saúde, da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, da Guarda Nacional Republicana, da Polícia de Segurança Pública, e da Liberty Seguros.

O espírito do Dia da Memória é de que a evocação pública da memória daqueles que perderam a vida nas estradas e ruas portuguesas significa um reconhecimento, por parte do Estado e da sociedade, da trágica dimensão da sinistralidade, e ajuda os sobreviventes a conviver com o trauma de memórias dolorosas resultantes de desastres rodoviários. A morte e lesão por desastre de viação são ocorrências repentinas, violentas e traumáticas, e o seu impacto duradouro, por vezes, permanente. A cada ano, milhões de enlutados e vítimas de todo o planeta juntam-se aos muitos milhões que já sofrem em resultado de desastres de viação. O Dia da Memória responde, assim, à intensa necessidade sentida pelas vítimas e seus entes queridos de verem a sua perda e a sua dor publicamente reconhecidas. Presta também homenagem às equipas de emergência, à polícia e aos profissionais médicos que diariamente lidam com as consequências traumáticas da sinistralidade.

 



Conheça aqui a nossa Política de Privacidade