Saiba Mais

Porque têm 3 ou mais filhos, as famí­lias numerosas dão um importante contributo para a renovação das gerações (+)

people Image

Para que haja renovação de gerações o índice Sintético de Fecundidade (número de filhos por mulher em idade fértil) deve ser de pelo menos 2,1.

Segundo o INE, em 2016 em Portugal o índice Sintético de Fecundidade foi de 1,36, não permitindo a renovação de gerações. Com uma média de um filho por mulher dá-se uma profunda alteração na maioria das famí­lias: desaparecem os irmãos, tios, cunhada/cunhado...

6 em cada 10 famí­lias numerosas são profissionais administrativos e dos serviços e operários (+)

Em Portugal, em cada 10 famí­lias, 3 são de profissionais administrativos e dos serviços e 3 de operários. Também em cada 10 famí­lias numerosas, 3 são de profissionais administrativos e 3 de operários.

Legenda:
Empresários Pequenos patrões. Profissionais e Quadros. Trabalhadores Independentes.
Profissionais Administrativos e dos Serviços. Operários. Agricultura. Outros.

Em Portugal 4,8 em cada 100 famí­lias são numerosas (+)

Em Portugal, apenas 4,8 em cada 100 famí­lias têm três ou mais filhos.
As famí­lias com dois filhos são 22 em cada 100 e as famí­lias com um filho são 38 em cada 100.

Legenda:
Famí­lias Numerosas. Famí­lias com 2 filhos. Famí­lias com 1 filho. Famí­lias sem filhos.

As famí­lias numerosas representam 4,8 do total de famí­lias em Portugal, mas contribuem com cerca de 16% das crianças e jovens em Portugal.

Legenda:
Total Famí­lias em Portugal.
Total Famí­lias numerosas.
Legenda:
Total Crianças e jovens em Portugal.
Total Crianças e jovens de Famí­lias numerosas.

4,8% das Famí­lias
=
16% das Crianças
e Jovens

O número de famí­lias numerosas tem vindo a decrescer com a diminuição da natalidade no paí­s. Essa redução ocorreu sem exceção em todas as regiões.

Saiba quem são as famí­lias numerosas em Portugal (+)

Conheça aqui 100 famí­lias numerosas associadas da APFN:

VER

As famí­lias numerosas querem ser tratadas com equidade e justiça (+)

Infelizmente todas as famí­lias com filhos e, em particular, as famí­lias numerosas são prejudicadas em Portugal. Veja os ví­deos abaixo e conheça alguns desses exemplos.